Superzoom de 50x do P30 gera polêmica sobre invasão de privacidade - Informe Notícias

Superzoom de 50x do P30 gera polêmica sobre invasão de privacidade

O recente celular da Huawei, também possui um software que neutraliza os borrões comuns a outras fotografias tiradas com zoom.

Invasão de Privacidade (Imagem: Reprodução/MA 10)
Invasão de Privacidade (Imagem: Reprodução/MA 10)
Atualmente, para se tirar uma foto de qualidade de uma imagem distante, era necessário utilizar uma lente profissional e possuir habilidade como fotógrafo.

O novos smartphones da Huawei, P30 Pro, podem mudar esse cenário, pois tem um zoom digital que chega a 50x de proximidade, e também possuem um software que melhora a qualidade da imagem, corrigindo aqueles borrões comuns que estamos acostumados a encontrar em fotografias feitas com zoom em outros celulares.

A nova tecnologia criada pela empresa chinesa, foram mostradas por Richard Yu, CEO da Huwei, em um evento de lançamento realizado em Paris.

Richard Yu exibe os dois modelos do P30 em evento em Paris (Imagem: Reprodução/Charles Platiau/Reuters)
Richard Yu exibe os dois modelos do P30 em evento em Paris (Imagem: Reprodução/Charles Platiau/Reuters)


A novidade levantou polêmicas com relação à privacidade das pessoas e locais, pois o mesmo zoom que pode aproximar o usuário de seu ídolo em um show, em contrapartida, também consegue ser utilizado para espionar a privacidade dos vizinhos, por exemplo.

Na Europa, o P30 Pro está sendo comercializado por € 999, e ainda não foi divulgado o preço dos aparelhos para venda no Brasil. De acordo com fotógrafos consultados pelo Estadão, lentes teleobjetivas profissionais que permitem um zoom semelhante ao do smartphone, custam em média, cerca de R$ 2,5 mil. 

Atualmente não há lei específica que aborda sobre o zoom de celulares. A única lei que pode ser utilizada por alguém que se sentir lesado de alguma forma por ter alguma imagem exposta sem autorização na mídia, é a proteção em casos de violação de privacidade (direito à imagem). Mesma lei aplicada quando alguém divulga uma foto não desejada de outra pessoa ou local privado na internet sem autorização.

Para se ter uma ideia da potência dessa nova tecnologia, confira três exemplos de fotos  que foram tiradas com o P30 Pro, utilizando o recurso de seu superzoom. Essas fotos não foram editadas por nenhum software, apenas o superzoom.

Superzoom do P30 Pro (Imagem: Reprodução/Estadão)
Superzoom do P30 Pro (Imagem: Reprodução/Estadão)
De acordo com o diretor do centro de pesquisa de tecnologia e direito Internet Lab, Dennys Antonialli, proibir a utilização do superzoom dos novos smartphones,  seria equivalente a restringir a utilização de binóculos. “É mais fácil fechar a cortina para se proteger dos vizinhos curiosos”, afirma Antonialli.

Via: Estadão / UOL