Revelado o verdadeiro motivo da instabilidade nas redes sociais - Informe Notícias

Revelado o verdadeiro motivo da instabilidade nas redes sociais

Serviços como o Facebook, Instagram e WhatsApp apresentaram problemas, finalmente informam o motivo da instabilidade.

Revelado o verdadeiro motivo da instabilidade nas redes sociais (Imagem: Reprodução/Homem.Online)
Revelado o verdadeiro motivo da instabilidade nas redes sociais (Imagem: Reprodução/Homem.Online)

As redes sociais Facebook, Instagram e WhatsApp, ambas de propriedade do milionário Mark Zuckerberg, sofreram instabilidades que tiveram incício nesta última quarta-feira (13), e prejudicou os usuários dos aplicativos em vários países, incluindo o Brasil.

Nesta última quinta-feira, em uma mensagem postada pelo Facebook em seu perfil oficial da rede social Twitter, a empresa comunicou que a instabilidade em suas redes sociais não tiveram nenhuma relação com o ataque cibernético do tipo "DDoS", conhecidos como 'Ataques Distribuídos de Negação de Serviço'. Esse tipo de ataque sobrecarrega os servidores com uma alta demanda de conexões simultânes, fazendo com que os mesmos fiquem instáveis e fiquem indisponíveis aos usuários.

Por todo o período da tarde desta última quarta-feira (13), os usuários ficaram impossibilitados de acessar a rede social do Instagram. Ao tentar acessar o aplicativo, os usuários se deparavam com as mensagens: "ocorreu um erro" e "tentar novamente".  O Instagram informou estar ciente dessa instabilidade e se desculpou pelo ocorrido:

"Sabemos que isso é frustrante, e nossa equipe está trabalhando duro para resolver isso o mais rápido possível", afirmou a empresa.

No WhatsApp, houve relatos de dificuldades de uso do app. Muitos usuários do aplicativo reclamaram que não conseguiam compartilhar imagens e áudios. À Agência Brasil, a  a assessoria da empresa esclareceu que estava ciente do problema e que estava se esforçando para resolver o problema.

"Estamos cientes de que algumas pessoas estão tendo problemas para acessar a família de aplicativos do Facebook. Estamos trabalhando para resolver o problema o mais rápido possível", concluiu.

Via: Terra