Cuidado: Chocolate pode matar seu cachorro intoxicado - Informe Notícias

Cuidado: Chocolate pode matar seu cachorro intoxicado

Cuidado: Chocolate pode matar seu cachorro intoxicado (Imagem: Reprodução/Internet)

Com a chegada da páscoa é comum que as pessoas tenham um contato inevitável com os irresistíveis chocolates, sejam eles em formato de bombons, ovos de páscoa ou barras, é quase certo que você vai degustar algum deles.

O problema é que os ovos de páscoa geralmente são consumidos em casa e é lá que mora o “perigo”, seu cachorro! Isso mesmo, os cães adoram degustar alimentos destinados ao consumo humano, e com aquela carinha de piedade que eles fazem quando estamos se alimentando de algum alimento, inclusive chocolate, fica quase impossível não dar um “pedacinho para eles”.



Os veterinários sempre orientam para que os donos nunca deem doces aos cães, em especial os chocolates que possuem como parte de sua composição a teobromina e cafeína, que são potentes estimulantes naturais.

Os chocolates nacionais são menos prejudiciais do que os importados, o que não significa que não sejam apropriados para o consumo canino. Em média, bastam de 100mg a 150mg de chocolate por quilo do cão para que um cão tenha uma intoxicação reversível, mas de 250mg a 500mg por quilo do peso do animal já são suficientes para levá-lo a óbito.

Lembrando que a grande maioria dos gatos não gosta de chocolate, mas se ingerirem o alimento correrão os mesmos riscos que os cães.

Além dos chocolates, também devem ser evitados dar aos animais cebola, café, semente de maça e chá preto. Se por alguma eventualidade seu pet ingerir algum desses alimentos, logo terão alguns sintomas clássicos como vômitos, diarreias, pancreatite, desidratação e tontura. Caso seu cão (ou gato) esteja com algum desses sintomas, é conveniente leva-lo ao veterinário o quanto antes.

Fonte: Informe Notícias