Caravana de Lula é recebida a tiros no Paraná

Caravana de Lula é recebida a tiros no Paraná (Reprodução/Internet)
A caravana que acompanha o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva foi alvo de disparos com arma de fogo nesta última terça-feira (28), quando acompanhava Lula em sua agenda de viagens pelo Sul. O ataque ocorreu entre as cidades de Laranjeiras do Sul e Queda do Iguaçu no estado do Paraná, região Sul do Brasil. Ninguém ficou ferido.

Um dos dois ônibus que transportava a imprensa foi vítima de uma emboscada, onde foi surpreendido com "miguelitos" jogados na pista, que são objetos pontiagudos utilizados para furar pneus. O ataque aconteceu cerca de 15 minutos depois do petista ter participado de um evento com militantes do MST e PT, e também alguns produtores rurais.


As vítimas relataram que ouviram barulhos na lataria do ônibus e pensaram que fossem pedras atiradas por manifestantes e com receio de parar no local para verificar os danos, os motoristas deram continuidade à viagem por cerca de mais 60 quilômetros, quando pararam nas proximidades de Laranjeiras do Sul, e lá verificaram que os barulhos se tratavam de disparos de arma de fogo.

Fabiano de Oliveira, que é o delegado responsável pelo caso, informou que o ataque foi praticado por no mínimo duas pessoas, verificando-se como aconteceu o fato.

Os coordenadores da caravana foram à delegacia e foi lavrado um boletim de ocorrência. Gleise Hoffmann, que é a presidente do PT, cobrou providências por parte do governo Paranaense. Gleise ainda comentou que esse tipo de coisa "É ação de milícia armada, da turma do Jair Bolsonaro".

Será aberto um inquérito pela Secretaria de Segurança Pública do Paraná para apurar o ocorrido. Lula comentou no twitter o ataque a tiros sofrido por sua caravana, vaja abaixo.

Lula comentou no twitter o ataque a tiros sofrido por sua caravana (Reprodução/Twitter)
Fonte: Informe Notícias